Matriz: (37) 3214-0769
Filial: Catanduva/SP (17) 3523-9221

ENERGIA SUSTENTÁVEL

Blog

Por:Nattacha Resende
Atualidade | Informações

18

mar 2021

Nos últimos anos muito se tem ouvido falar sobre sustentabilidade, e hoje vamos falar sobre energia sustentável ou energia renovável.

Não é um tema novo, porém a preocupação com ele está aumentando, pois, a maioria dos recursos utilizados hoje para gerar a energia elétrica são esgotáveis.  É por essa razão que volta e meia ouvimos falar em novas matrizes energéticas, sustentabilidade energéticas e alternativas para geração de energia.

 

MAS, AFINAL O QUE É ENERGIA SUSTENTÁVEL?

Para uma energia ser sustentável ou renovável, ela precisa ser obtida através de um recurso inesgotável, como exemplo o sol e o vento. Mas, ela ainda precisa atender às necessidades do presente sem que comprometa a capacidade para as futuras gerações.

O que significa que um país não pode usar toda a água disponível para gerar energia elétrica, pois comprometeria o abastecimento público em breve.

Outro aspecto importante para uma energia ser considerada sustentável é ela ser renovável e limpa, ou seja, sem liberação de dióxido de carbono, o famoso CO2, assim como outros gases causadores do efeito estufa.

 

POR QUE A ENERGIA SUSTENTÁVEL É IMPORTANTE?

As energias renováveis são fontes de energia limpa, inesgotáveis e cada vez mais competitivas em relação às tradicionais. Elas diferem dos combustíveis fósseis principalmente em sua diversidade, abundância e potencial para uso em qualquer lugar do planeta, mas acima de tudo porque não produzem gases de efeito estufa (que causam mudanças climáticas) e poluem menos o meio ambiente.

Seus custos também estão caindo, enquanto a tendência geral de custo para os combustíveis fósseis é na direção oposta, apesar de sua volatilidade atual.

 

ENERGIAS RENOVÁVEIS X ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS

Muitos são os incentivos para o uso da energia sustentável. Essa preocupação se justifica não apenas para termos um futuro melhor, mas também para levar energia elétrica a tanta gente que ainda vive sem ela.

Em todo o mundo, mais de um bilhão de pessoas não têm eletricidade, conforme dados da ONU. O agravante é que essa carência acontece mesmo priorizando energias não renováveis.

De acordo com a ONU, um dos grandes desafios para o futuro é universalizar o acesso à energia elétrica – e isso de modo limpo, sem agredir o meio ambiente.

 

TIPOS DE ENERGIAS SUSTENTÁVEIS OU RENOVÁVEIS

  •  Energia Solar Fotovoltaica

A energia solar é usada também para produzir outras energias, como a proveniente da biomassa. Por isso, o correto, quando falamos de captação com painéis solares, é energia solar fotovoltaica.

O seu custo de implantação alto, contudo, ela possui alta durabilidade,  por isso é considerada um ótimo investimento.

Porém, é importante nos atentarmos que seu uso em larga escala esbarra em aspectos climáticos. Isso acontece porque a radiação do sol não atinge todo o planeta de maneira uniforme, dependendo da latitude e da estação do ano, além das condições atmosféricas, como nebulosidade e umidade relativa do ar, para uma maior absorção da radiação pelos painéis.

 

  • Energia Eólica

A energia eólica é gerada a partir do movimento das massas de ar (vento). Basicamente, converte-se a energia cinética através de turbinas eólicas (ligadas aos famosos “cataventos”) para a geração de eletricidade.

 

  • Energia Hidroelétrica

Energia gerada através do fluxo de água, aproveitando quedas d’água.

Mas aí surge uma dúvida: como ela utiliza um recurso esgotável, pode ser considerada uma fonte renovável? Em teoria, a resposta é sim, devido à gigantesca quantidade de água no planeta. Porém, esse é um tema cercado de polêmicas.

Para a construção de uma hidroelétrica, é preciso desviar o curso de um rio e formar o reservatório, que é usado em épocas de estiagem.

Como no caso da eólica, também são movimentados motores que geram energia.

 

  • Energia Geotérmica

A energia geotérmica também é conhecida como energia geotermal. É a energia proveniente do calor do interior do planeta.

Em uma usina geotérmica, esse calor é transformado em eletricidade, que pode ser obtida através das rochas secas quentes, rochas úmidas quentes e vapor quente.

Atualmente, apenas 0,3% da capacidade global de energia provém dessa fonte.

 

  • Energia Maremotriz

A energia maremotriz é gerada por meio do movimento de marés (energia cinética) ou pela diferença entre as alturas de marés alta e baixa (energia potencial).

Essa é outra energia limpa que é pouco aproveitada, sendo usada principalmente na América do Norte e Europa.

Para tanto, é preciso construir um sistema similar ao de usinas hidroelétricas, com barragem e unidades que geram energia elétrica. Um dos problemas é que as barragens precisam ser construídas no litoral, próximas ao mar, o que inutiliza aquela área tanto para banho quanto para pesca, afetando a economia local.

 

A grande vantagem é que ela não depende do clima. Entretanto, a construção de uma usina maremotriz é cara e apresenta um nível de geração de energia baixo em comparação com outros meios.

 

  • Energia Ondomotriz

Enquanto a energia maremotriz é gerada pelas marés, a ondomotriz se dá pelo movimento das ondas, ou seja, ambas são provenientes do mar. Contudo, cada uma, a partir de um movimento diferente.

 

Em alguns lugares do mundo, o vento sopra de maneira tão consistente sobre o mar que é possível garantir um comportamento contínuo das ondas, sendo possível prever a geração de energia.

 

Mas, assim como a maremotriz, a implantação de uma usina ondomotriz é alta e inutiliza a faixa litorânea onde for instalada.

 

  • Energia sustentável biomassa

A biomassa é utilizada na produção de energia a partir de processos como a combustão de material orgânico produzido e acumulado.  É possível gerar energia com ela usando temperaturas extremas para acelerar a decomposição.

O material proveniente disso são gases, óleos vegetais e carvão vegetal. Esse é o processo chamado de pirólise.  Também é possível fazer o mesmo processo sem oxigênio e em uma temperatura menor para conseguir apenas o gás, também chamado de gaseificação.

Outro processo é a combustão, no qual ela é queimada em altas temperaturas e com muito oxigênio, produzindo vapor em alta pressão.

Um último processo é a co-combustão. Nele, se substitui parte do carvão mineral das termoelétricas por biomassa. É um processo parcialmente sustentável, uma vez que ainda usa carvão mineral.

A vantagem da biomassa é que é um material barato e os gases liberados não contribuem para o efeito estufa. Contudo, acaba gerando desflorestamento e destruição de habitats para sua extração.

 

TIPOS DE ENERGIA NÃO SUSTENTÁVEIS

 Agora, vamos falar dos tipos que não se enquadram como energia sustentável, mas são utilizados no processo de geração.

 

  • Energia Nuclear

A energia nuclear é aquela liberada através do núcleo dos átomos. Quando uma energia externa é aplicada, o núcleo do átomo é desintegrado, emitindo calor e radiação.

O urânio, em função de suas características químicas, é o elemento utilizado para a geração de energia nuclear nas usinas atômicas.

Apesar de ser considerada uma energia limpa, pois não polui o planeta, ela não é renovável, pois o material utilizado para ela é finito. Devido a isso, ela não pode ser considerada sustentável.

Vale ressaltar que o lixo radioativo deve ser armazenado em local adequado, caso contrário, a contaminação é extremamente perigosa.

 

  • Carvão mineral

O carvão mineral é uma rocha sedimentar de origem fóssil, ou seja, formada a partir da sedimentação de resíduos orgânicos. Ele é encontrado em jazidas localizadas no subsolo terrestre e extraído pelo sistema de mineração.

Ao ser queimado ele libera uma alta quantidade de energia, por isso, ainda é muito usado nas termoelétricas. Mas a sua queima contribui para o efeito estufa.

Além disso, por se tratar de um material que é extraído do solo, ele também é finito, não sendo uma fonte renovável nem limpa.

 

  • Petróleo

O petróleo não é usado somente como combustível fóssil, mas também aparece na geração de energia elétrica. Para isso, derivados dele são queimados em caldeiras, turbinas e motores de combustão interna.

Geradores a diesel, inclusive, são comuns em comunidades que não possuem acesso à rede de energia.

 

Sem dúvida, o uso das energias renováveis são essenciais para o futuro da humanidade. A continuação do uso de combustíveis fósseis só agravará os impactos das mudanças climáticas e seus custos.

 

Vale ainda citar um estudo do Brookings Institute, nos Estados Unidos, aponta que a energia sustentável cria até três vezes mais empregos do que os combustíveis fósseis.

 

Fonte: Internet


Compartilhe: